Livro O Efeito Transformers em Trânsito

Ensaio sobre a humanização da máquina e a mecanização do humano

 

Conheça meu LIVRO

Em suma, esse ensaio tem como objetivos, além de uma crítica às atuais contribuições (ou falta delas) da Psicologia para com a área do trânsito, a problematização da relação entre sujeito humano e máquina – mais especificamente o carro, os processos de subjetivação derivados dessa relação e suas consequências para o trânsito. Diante do atual cenário tecnológico, já não me parece mais possível discernir “onde termina o humano e onde começa a máquina?” Ou ainda: “onde termina a máquina e onde começa o humano?”. A existência do ciborgue não nos intima a questionar sobre a natureza das máquinas, mas sim sobre a natureza do humano: afinal, quem somos nós?

 

Ao enviar suas informações, você permite que enviemos e-mails para você. Você pode cancelar sua assinatura a qualquer momento.


depoimentos

Veja o que as pessoas estão dizendo sobre o meu trabalho:

Deixe o seu comentário no final desta página!


 

 

A partir de R$19,90

Não perca tempo! Adquira já o seu!

 


Pagamento via

16 comentários em “Livro O Efeito Transformers em Trânsito

  1. Parabéns Rodrigo

    Uma leitura fácil, na forma crônicas, tornam o livro instigante para ler rápido.

    Eu li em dois vôos na ponte aérea Rio – São Paulo

    Sucesso, aguardo o terceiro livro.

    Forte abraço

    Curtido por 1 pessoa

  2. Mais que uma obra prima, linhas que fazem o leitor refletir sobre muito mais que a mobilidade humana, mas, também, repensar o ser humano e suas escolhas que, muitas vezes, impactam negativamente a sociedade. Tudo isso através de uma disposição de assuntos de forma aprazível e leve. Orgulho em poder chamar o Rodrigo de colega, amigo e, acima de tudo, irmão! PARABÉNS!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Gostaria de parabenizar o Rodrigo Vargas pelo ótimo trabalho e explanação no livro “O Efeito Transforme no Trânsito.” São informações valiosíssimas que nos ajudam a entender a dinâmica e a evolução da relação homem/máquina.
    Realmente, há muito em que todos poderemos meditar e analisar para juntos melhorarmos, não apenas a fluidez do trânsito, mas, a segurança, paz e harmonia entre todos os usuários das vias.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Uma obra fundamental para quem deseja entender de forma mais profunda o fenómeno trânsito. O Rodrigo Vargas é um verdadeiro militante nas questões que dizem respeito a segurança viária. Super indico!

    Curtido por 1 pessoa

  5. Iniciei a leitura do e-book “O Efeito Transformers em Trânsito” de autoria do Psicólogo Rodrigo Vargas de Souza e quero compartilhar algumas impressões. Optei por fazer este relato, considerando que, como muitos já sabem, há poucas referências de leitura e consulta na área de conhecimento do trânsito.
    O modo como o livro está organizado facilita a leitura e a torna agradável. O livro apresenta quatro tópicos principais, nos quais estão divididos em subtópicos. Os tópicos são: 1. Dando a partida, 2.Subjetivação em linha de montagem, 3. O carro e a produção de subjetividade, 4. Recalculando rotas e finaliza com Avaliação.
    O livro apresenta uma explanação que provoca a reflexão sobre a “mecanização” do homem e a subjetividade do veículo, é uma tentativa de problematizar a relação entre ser humano e máquina, em específico o carro. Ou seja, busca evidenciar a troca “de papéis” e as implicações sociais decorrentes disso, principalmente em relação aos comportamentos dos motoristas “em trânsito”.
    O autor utiliza de conhecimentos de diferentes áreas como: psicologia, filosofia, antropologia, sociologia… com isso cria um recurso para construir um texto reflexivo a ponto de demonstrar que o tema trânsito não é exclusivo de uma única área de conhecimento. E que por isso a busca por soluções para o trânsito também não deve ser restrita a uma única área. Na minha opinião, esse é o “x” da questão, precisamos unir: conhecimentos, esforços e experiências de diferentes áreas para propor intervenções sociais efetivas no trânsito.
    Aproximando a leitura da minha área de trabalho e de pesquisa, a psicologia e o processo de formação de condutores, tenho dois pontos a destacar. Primeiro: no tópico 4, Recalculando rotas, o autor apresenta uma reflexão sobre a atuação do psicólogo no trânsito. A questão que norteia a reflexão é a seguinte: “e se a Psicologia se preocupasse além das avaliações, também com os processos de produção de sujeito-condutor? Esse questionamento suscita discussões e avaliações sobre o papel do psicólogo no processo de formação de condutores. Além disso, o autor questiona o fato de a aplicação de testes psicológicos ainda ser, muitas vezes, o único instrumento a ser utilizado na avaliação psicológica. Comenta que o uso excessivo dos testes psicológicos contribui para banalizar sua eficácia e prejudicar a imagem profissional do psicólogo. Outro fator que contribui para má imagem é a precariedade de produção científica da psicologia aplicada ao trânsito. A expressão “recalcular rotas” sugere a possibilidade de enxergar novos destinos para a atuação do psicólogo no trânsito, para além da avaliação psicológica. Uma alternativa apresentada pelo autor é a possibilidade de pensar os processos de produção de sujeito-condutor.
    O segundo ponto trata do processo de formação de condutor, Rodrigo acredita que ainda há tempo para “promover uma formação que estimule não apenas uma serialização mecânica dos sujeitos, mas uma formação integral” (p.84) com o intuito de além de formar condutores, formar também cidadãos. Na minha experiência enquanto pesquisadora e profissional da área do trânsito, eu acredito que é possível sim formar cidadãos no trânsito, mas para isso é preciso ter clareza de quais comportamentos necessitam ser desenvolvidos por esses futuros condutores e de criar condições para promover aprendizagens desses comportamentos. Um trabalho que exige um esforço em conjunto.
    Fica a sugestão de leitura para quem tiver interesse, lembrando que o livro é destinado para qualquer pessoa que goste de ler e refletir sobre questões do trânsito.

    Curtido por 1 pessoa

  6. Livro muito agradável de ler e que te faz refletir sobre temas como a relação homem e máquina, o trânsito e a atenção depositada em algo encarado como somente um meio para se chegar a um fim, a avaliação e formação de condutores, entre outros. O livro traz fatos históricos, pensamentos de grandes filósofos, referências a filmes, além de comentários bem humorados do autor, ilustrando o tema com devida seriedade, porém de uma forma leve e descontraída.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.